sábado, 3 de maio de 2008

Meninos

Um pouquinho de alecrim no rosto, sorriso bambo. À medida que cresce, diminui. Meninas são tão inconstantes que se já não bastasse eu, gostaria de companhia delas. Meninos constantes ou inconstantes são bem mais o que eu gosto de gostar. Mas pra quê? Pra que escolher o que podia repudiar? Pode ser atração, pode ser tormento, pode ser ciúmes, mas não gosto e não consigo engolir. Sal na língua, ardor salgado, você gosta? Teu silêncio diz mais que mil palavras, e agora só me resta descobrir quais palavras são essas e decifrá-las. "Quanto vale um segundo quando os metros são muitos a percorrer?" Ou ainda, não de metros, mas de quilômetros se enche a distância entre eu e você. (not in love)

2 comentários:

Louie Louie disse...

Ainda não sei como tu consegue gostar de meninos.

André Almeida disse...

"Ou ainda, não de metros, mas de quilômetros se enche a distância entre eu e você".
=^P