segunda-feira, 8 de agosto de 2011

sem título


de pouco a muito e de muito a pouco, não entendo se sempre quis ou se agora quero de novo. oscilo entre a felicidade e a melancolia e isso não pode ser coisa boa.

Um comentário:

O Impenetrável disse...

lindas fotos e lindo texto. seu blog realmente é inspirador, vai direto ao ponto com palavras certeiras.

voltarei sempre.

abraço:)