quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Entre aspas


Se ainda existia dúvida sobre a possível existência de minha alma gêmea era por falta de convicção. Hoje tive a certeza de que tenho uma alma gêmea. Ou melhor, tive. Afinal de contas, Machado de Assis morreu 100 anos atrás.
Não sei o que acontece comigo e com ele (os livros dele, no caso), mas é fato: ele sempre consegue exprimir as idéias bloqueadas em mim. Em Dom Casmurro ele fez tanta mirabolas na minha cabeça que passei a ser Bentinho e ver "minha Capitu" com "Ezequiel". Agora, com Memórias Póstumas de Brás Cubas estou começando e me sentir morta (fisicamente), principalmente por ser o segundo livro a falar disso.
Também pudera! As palavras são mais antigas que 10 gerações antecedentes à mim. E as dele... Ah! Se Machado de Assis fosse vivo e tivesse até 40 anos já estaria suspirando de amores. Não que eu tenha apego às pessoas mais velhas, imaginem só! Hehe. Vai ver por isso o Norton tenha 20 anos; o Adr. 25; a Cissa não sei; e todo o resto em média 3 anos mais velhos que eu. Acho que há um descompasso nisso tudo.
De volta ao Sr. Assis: se não era minha alma gêmea com 100 anos de atraso, sou sua reencarnação! Bem menos habilidosa com as palavras e menos esperta, mas vai ver as reencarnações anteriores tenham gasto a inteligência do moço.

A citação vem depois, quando estiver com o livro em mãos.

3 comentários:

Andrea Weber disse...

Oi! Li seus blogs Cristal. Você tem talento pra escrita e só o fato de gostar de manter um blog já um ótimo indício. Dominar HTML também. O tempo e a técnica vão fazer você aumentar o número de assuntos comentados e aperfeiçoar a escrita. Gostei muito do que li.Fico à disposição!!
bjcas

Luisa disse...

Machado de Assis foi um gênio. É a partir das suas obras tão bem trabalhadas que a gente percebe que não é nada fácil escrever um livro... Nunca li nem Dom Casmurro nem Memórias Póstumas. Mas eu li recentemente Quincas Borba (ele aparece é em Memórias Póstumas, né?) e eu gostei tanto do livro!

E sobre você conhecer muitos vestibulandos que vão prestar pra jornalismo, é bom que você me apresenta pessoas! Se eu conheço três pessoas daí é muito! haha
beeijos

André Almeida disse...

nasceu na época errada, guria.



pra sorte de alguns.