domingo, 13 de janeiro de 2008

Avião te dá orgasmo?!

Voltei pra casa. Bem, até agora não tão em casa assim. To na minha tia, mas amanhã volto pra MINHA casa mesmo. Vim de avião. Cara, se tem uma coisa que eu adoro é voar. Andar de avião. Sério. Aquele frio na barriga, a diferença de pressão conforme o avião vai subindo... A cidade vai ficando pequenininha, a praia aparece (isso porque estava em Florianópolis-SC), as casas vão desaparecendo. Ruim é quando a gente entra numa nuvem, e toda a visão vai desaparecendo. Dessa vez eu fui sentada do lado da janela e ninguém perto de mim. E como sempre, em cima da asa. Eu sempre sento em cima da asa do avião. Não pelo lado de fora, claro. É de certa forma irritante porque eu sempre fico com o pescoço doendo tentando enxergar o mundinho lá embaixo.
Quando o avião foi decolar hoje, fiquei com uma dúvida. Qual será a aceleração dele? Não que isso me importe muito, mas pensa: ele sai de 0km/s pra uma velocidade muito alta em alguns segundos. Chega a ser ridículo. Mas bom mesmo é quando o avião desencosta as rodas do asfalto e decola mesmo. Sério, é uma sensação muito da boa. É quase um orgasmo. Se bem que não sei o que é um orgasmo, mas deve ser parecido. Vai ver é por isso que tem tanta gente que gosta de fazer sexo no banheiro do avião. Definitivamente.
Quanto mais a gente sobe, mais bonito fica. É a verdadeira sensação de "estou no céu" sabe? Aquelas nuvens branquinhas branquinhas, parecendo algodão-doce. Sério, quero andar nas nuvens um dia. Nuvem deve ter cheiro de açúcar. Não por parecer algodão-doce, quer dizer, por isso também. Mas nuvem é tão dôce, no sentido literal da palavra. Cara, voar é bom demais. Depois que você atravessa nuvens, sobe mais um pouco e fica na parte azul-sem-nuvens do céu, é um orgasmo. Ou deve ser, sei lá, porque como já disse eu nunca tive um.
Pousar também é bom, mas eu prefiro decolar. Quando a aeronave encosta no chão é uma sensação estranha. É tipo: chegamos. Mas voar é tão bom que eu preferiria não chegar. Na real, acho que é porque o vôo dura só 50min. Não dá nem pra ver um filme! Isso de Floripa até Chapecó né. Enfim. Eu adoro as curvas que o avião faz quando vai pousar. Ou quando pega uma turbulência e chacoalha um pouco. Sério, é uma sensação bem gostosa.
Eu sempre saio do avião com uma sensação esquisita. Talvez seja o baque "welcome home". Mas é... Saber que não vou pegar nenhum ônibus 'Canasvieiras/Trindade' e descer no ponto do Ratones, subir uns metros, encontrar o Zeus e meu pai em casa. Comer, ir ver tv com a Lena, o Gabriel, a Lucila, a vó e o vô; depois voltar pra casa, ver um pouco de tv e ir pra cama. Talvez faça falta até a falta que faz, e as ligações, e as mensagens.

Só sei que eu quis. E 10 anos não fariam diferença se tivesse provado. Ou faria, sei lá. Nossa, mas eu quis muito cara. Coisa sedutora do caralho, próxima vez eu não sei se aguento! E olha que sou forte. Muito oxigênio nos pulmões pra aguentar. E olha que não bebi, só fiquei respirando tabaco um tanto demais.

Um comentário:

Louie Louie disse...

Quase me fizesse gostar de voar de avião com isso. Não que eu não goste, mas acho estranho. Mas concordo contigo quando dizes que a hora que ele tira as patas do chão é, e aqui eu corrijo, quase um orgasmo.
Mas o comentário mais inteligente ainda foi "Eu sempre sento em cima da asa do avião. Não pelo lado de fora, claro."
Observação muito necessária.