segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Daqui a dez anos...

Cristal vai ser um nome famoso. Será uma menina-moça-mulher ainda, como sempre, desde seus 4 anos, a eterna velha. E como diz meu pai, sou apenas contemporânea dos meus amigos. Me vi hoje com uns 20 e tantos anos. Vou ser do tipo que tem vários piercings, várias tatuagens, come arroz integral e carne de soja, ama animais, mora na beira da praia e usa faixa no cabelo. Achou familiar? Pois é, floripa tá cheia de gente assim. Mas eu não me culpo, nasci ali.

Talvez eu vire suburbana também, e more em Curitiba. Mas não vou fumar, isso tenho quase certeza. Minhas unhas continuarão curtas e vermelhas. Vou ter um carro modelo antigo duma cor bem chamativa, tipo laranja-metálico ou verde-limão-metálico. Mas que fique claro que não quero chamar a atenção. Isso vale lembrar.

Quero uma galinha, um gato preto, um cocker preto e uma iguana. Pra morarmos todos juntos com meus móveis usados de quarto, minha sala com uma estante branca com lugar pro computador e umas plantas na varanda.

Tenho mais uma tatuagem para fazer agora, pra começar a transformação hippie moradora de Florips. Mãe e filha precisam também duma tatuagem já que pai e filha já o tem. Um coração nas costas vai ficar uma graça. Já o imagino pronto. E é claro que preciso de mais algum furo na orelha ou algo do tipo. Tô a muito tempo sem auto-mutilação-graciosa.

3 comentários:

Henri Winckler disse...

Acredito que estas certíssima Cristal em querer isso pra você, quem sabe você mude de idéia daqui um tempo, ou resolva mudar algum detalhe,talves nem tudo saia como você planeja ou pensa... O importante é tentar chegar o mais perto disso possivel, espero daqui a dez anos que você possa vir me dizer que tudo está como você gostaria que fosse, ou melhor ainda, que você está feliz com a vida que leva :)

Anderson Marques disse...

Maravilha! Meu futuro é quase idêntico, tirando a parte da galinha e da iguana (hehehe).
Acho que mais liberdade do que essa vida é dificil. Fora o prazer de ser alternativo. Tomara que a gente se encontra daqui a uns dez anos o mais perto desse modo de vida.

Louie Louie disse...

Eu te achava excêntrica, mas agora que eu sei queres uma galinha e uma iguana, te acho normal.